Mídia

Deputado Pepe atribui desmonte dos serviços públicos à política econômica e fiscal adotada pelo governo Temer

10 de Agosto de 2017

Parlamentar chamou a atenção para o fim ou declínio de programas como Farmácia Popular, Minha Casa Minha Vida e o sucateamento dos Institutos Federais e universidades públicas

 

O deputado federal Pepe Vargas (PT-RS) voltou a ocupar a tribuna da Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (10) para denunciar o desmonte das políticas públicas. Segundo o parlamentar a política econômica e fiscal implementada pelo governo federal está transformando os serviços públicos em caos no país e assim, o programa Farmácia Popular foi extinto, o Minha Casa Mina Vida está paralisado e a partir de setembro os Institutos Federais de Educação não terão mais recursos nem para o custeio nem para investimentos.

Conforme o deputado que integra a Frente Parlamentar em Defesa dos Institutos Federais e que tem visitado as instituições de ensino no Rio Grande do Sul, os cortes no orçamento foram tão severos que a partir do próximo mês não haverá recursos nem para pagar os serviços terceirizados de limpeza e segurança. “Os Institutos Federais foram responsáveis por levar o ensino técnico de nível médio e inclusive de graduação para o interior do Brasil e agora está sendo sucateado”.

Pepe observou que os reflexos também já começam a ser sentidos nas universidades federais, por isso nesta quinta-feira haverá reunião para criar uma frente parlamentar em defesa das universidades públicas. “Elas também enfrentarão os mesmos problemas, fruto de política econômica que só prioriza pagamento de juros e serviços, promove arrocho nos serviços e nos investimentos públicos”, disparou.

Veja Também
Newsletter
Cadastre-se e receba as novidades sobre Pepe Vargas, por meio de nossa newsletter. É rápido, fácil e gratuito.
Facebook
Twitter
Pepe Vargas 2014. Todos os direitos reservados.