Mídia

Deputado Pepe denuncia manipulação de números por parte do governo para tentar ressuscitar a reforma da Previdência

09 de Agosto de 2017

Denúncia de tentativa do governo de atribuir gasto injustificado com Previdência foi feita no plenário da Câmara, na tarde desta terça-feira

 

O deputado Pepe Vargas (PT-RS) ocupou a tribuna da Câmara dos deputados na tarde desta terça-feira (8) para denunciar a tentativa do governo federal de atribuir um gasto injustificado com a Previdência Social que não existe. Conforme o parlamentar, informação divulgada nos meios de comunicação nesta terça-feira, de que o governo gasta 56% das despesas primárias com Previdência é uma falácia para forçar a aprovação da reforma da Previdência.
Segundo Pepe, a intenção do governo é o desmonte do estado de bem-estar social garantido na Constituição de 1988, o que que vai fazer com que muitas pessoas não consigam se aposentar, vai arrochar o valor das aposentadorias dos que vierem a se aposentar e retardará para aqueles que conseguirem se aposentar. Se as regras propostas pelo governo estivessem em vigência em 2015 - dados disponíveis no anuário da Previdência -, 79% das pessoas não se aposentariam. “Tecnocratas do governo, dentre eles o ministro do Planejamento, Diogo Oliveira, vieram a público dizer que o governo gasta 56% das despesas primárias com Previdência. Para quem ouve isso parece que o governo gasta 56% do orçamento com Previdência Social, o que não é verdade. O governo gasta 23%, 24% do orçamento com seguridade (saúde, previdência e assistência social)”.
Conforme o parlamentar ao manipular o os números, o governo quer dizer que a despesa financeira não pode ser discutida, pois 48% do orçamento é despesa financeira, despesa com juros e serviços da dívida. “Não querem que a sociedade brasileira discuta o conjunto do orçamento. Não venham tentar enganar a população dizendo que 56% do orçamento é gasto com previdência social”, sentenciou Pepe.

Veja Também
Newsletter
Cadastre-se e receba as novidades sobre Pepe Vargas, por meio de nossa newsletter. É rápido, fácil e gratuito.
Facebook
Twitter
Pepe Vargas 2014. Todos os direitos reservados.