Bancada do PT pede informações sobre contrato de R$5,9 milhões do Banrisul com a Faurgs

Fundação, contratada pelo banco em 2020, foi a mesma que desenvolveu aplicativo das prévias do PSDB

A bancada do PT encaminhou pedido de informações ao governo do Estado, com base na Lei de Acesso à Informação, sobre os contratos do Banrisul com a Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FAURGS) para a prestação de serviços de análise, arquitetura, programação de software de produtos e aplicativos. O pedido se deve às notícias veiculadas no jornal Estado de Minas e na Revista Veja, que associam o contrato do Banrisul com a Faurgs ao fato da fundação ter fornecido o aplicativo utilizado nas prévias do PSDB.

Na Revista Veja, a chamada da notícia diz que “Governo Leite pagou R$ 6 mi à criadora de app que travou prévias tucanas - Fundação de Apoio à Universidade Federal do Rio Grande do Sul recebeu por contrato com o Banrisul, banco controlado pelo governo gaúcho”. A reportagem do Estado de Minas segue na mesma abordagem. Diante destas reportagens, a bancada do PT na ALRS requer que o governo do Estado forneça a cópia dos contratos do Banrisul com a Faurgs, informando o objeto de cada contrato, os serviços prestados e os produtos desenvolvidos.

Para o líder da bancada do PT, deputado Pepe Vargas, a suposição de uso da máquina pública, via Banrisul, para as prévias do PSDB deve ser analisada à luz da documentação dos contratos. “Por mais que tenhamos conhecimento do acirramento nas prévias tucanas, trata-se de uma denúncia muito grave para ser jogada apenas na conta da disputa interna do PSDB”, avalia.