Eduardo Leite não cansa de mentir

Eduardo Leite, que renunciou ao cargo de governador para tentar ser candidato a presidente da República, voltou à imprensa hoje para lançar sua mais nova mentira: a de que não seria candidato à reeleição. Ao lado de Ranolfo, atual governador e até então pré-candidato pelo PSDB, Leite anunciou que vai concorrer novamente ao Piratini.

Para o líder da bancada do PT na ALRS, a mudança de posição de Leite não é nenhuma novidade para quem acompanhou o seu governo no RS. “Ele colecionou mentiras suficientes para encher um álbum, ao longo de três anos”, resumiu. “Só para lembrar algumas: não iria vender nem a Corsan nem o Banrisul; iria encaminhar plebiscito para a ALRS para decidir sobre a privatização da CEEE”, listou Pepe.

De acordo com o líder petista, o mais revoltante é o descaso com o povo gaúcho, que foi relegado a plano B do projeto pessoal de Eduardo Leite. “Ele renunciou ao cargo, deixou de ficar aqui trabalhando pelo Rio Grande para ir atrás de um projeto pessoal que nem o partido dele apoiava. E agora volta na maior desfaçatez, como se nada tivesse acontecido, querendo que o povo gaúcho lhe dê mais quatro anos para terminar de vender o que não teve tempo”, avalia Pepe.