PEPE QUESTIONA VISÃO PRIVATISTA DE INDICADO A DIRETOR DO BANRISUL

A Comissão de Finanças, Planejamento, Fiscalização e Controle promoveu, na manhã desta quinta-feira (24), reunião extraordinária para argüição pública de Wagner Lehnhart, indicado pelo governador Eduardo Leite para o cargo de diretor do Banrisul. O líder da bancada do PT, deputado Pepe Vargas, questionou sobre a opinião do indicado sobre a privatização do banco. “Como o senhor vê o papel do Banrisul referente ao desenvolvimento do Estado do RS? Que resultados o senhor acredita que o banco deve apresentar, entregar a sociedade gaúcha? Como o senhor vê a possibilidade uma eventual privatização do banco?”. Sobre a privatização, Lehnhart respondeu que essa é uma temática dos acionistas e não da diretoria e não opinou.

Pepe destacou, no encaminhamento da votação, que a posição da bancada petista é de votar favoravelmente às indicações do Governo, “pelo entendimento de que a composição da equipe diretiva, dentro do regime democrático, cabe ao governador eleito, desde que não haja óbices de ordem legal ou ética. Sendo assim, afirma voto favorável da bancada, mas registro posição crítica com relação à condução do banco, que se revela cada vez mais um banco puramente comercial, renunciando a seu papel de indutor do desenvolvimento”. Pepe ainda exemplificou sua opinião com a operação conservadora do PRONAMPE, onde, “apesar de todas as garantias, teve uma tímida atuação por parte do Banrisul”.